A outra volta do parafuso - Henry James



Recomendação de leitura por Milena Goulart

“A Outra Volta do Parafuso” começa como uma história dentro da outra. Um grupo de amigos se presta a contar histórias de horror, onde o personagem Douglas começa uma que está detalhada em um manuscrito. Assim conta a história de uma jovem governanta que é contratada pela primeira vez, por um milionário que deseja que alguém tome conta de seus sobrinhos órfãos que moram nos arredores de Londres. Ele mesmo não tem o menor interesse nas crianças, inclusive não deseja ser perturbado de forma alguma. Assim, ela vai morar na mansão onde conhece Flora e Miles, as duas crianças mais doces e educadas que já conheceu em toda sua vida.

Porém o cenário de paz bucólica é interrompido com uma carta vinda da escola de Miles, dizendo que ele fora expulso por perturbar as outras crianças. A partir disto Flora e Miles começam a apresentar uma série de comportamentos misteriosos, relacionados a dois empregados que trabalharam e morreram no local, Peter Quint e Srta. Jessel.

Com diversas adaptações para o cinema, o livro, um clássico do suspense, consegue criar uma atmosfera de mistério e loucura já que a narrativa é feita pela governanta e algumas vezes, ela questiona o que vê. Em minha opinião o mais instigante, não é o assunto obsessão espiritual e sim o fato de duas crianças aparentemente perfeitas, agirem de uma forma perversa. Além disso, existe um passado ao qual não temos acesso que faz nossa imaginação, os fantasmas tinham um relacionamento muito próximo e afetuoso com as crianças em vida. Por que então passaram a agir de uma forma maldosa? O que fizeram Peter Quint e Srta. Jessel serem maus? Histórias de terror envolvendo crianças para mim são um pouco piores e doentias e acho que para quem gosta do gênero e de clássicos, é um livro que vale a pena.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O livro do desassossego, de Fernando Pessoa

O Caderno Vermelho, por Leo Almeida

A Marcha de Alberto, de Bruno Flores