Trecho do livro "O anjo”, de Ricardo Reys



O autor Ricardo Reys esteve no Clube da Leitura de 10/06/14. Ele leu um texto de seu livro, “O anjo", transcrito abaixo.


O anjo

“Não são todos os anjos espíritos ao serviço de Deus, que lhes
confia missões para o bem daqueles que devem herdar a salvação?...
Não foi tampouco aos anjos que Deus submeteu o mundo
vindouro de que falamos?”
Hebreus capítulos 1 e 2, versículos 14 e 5

No começo do novo século, o terror mudou. Não mais tinha nome, o inimigo não podia ser rotulado. Não mais se sabia de onde vinha, estava espalhado, impregnado nos cantos de um mundo hipócrita e ilusoriamente globalizado.
Apontar mísseis para um país, bloquear economicamente outro, vigiar o espaço aéreo, nada disso importa mais. O mundo pedia por uma proteção muito mais eficiente, muito mais letal, temível. Tão temível quanto ele próprio se tornou.

“Apresentou-se a mim um homem de Deus, disse ela, que tinha
um aspecto de um anjo de Deus, um extremo terrível. Não lhe
perguntei de onde era, nem ele me deu o seu nome.”
Juízes capitulo 13, versículo 6

E então eles vieram. Suas roupas negras escondem seus pecados, terminando na capa caída até o chão, tal como asas recolhidas prestes a se abrirem. As mesmas que os fazem levantar voo, cruzando a fronteira das trevas enquanto munidos com sua espada; esta que nada mais é do que o revólver prateado que levam na cintura. Eles não têm nomes, sendo conhecidos por seus atos, e não pelo que são. Ninguém nunca os viu, exceto quem já está morto.
Eu não peço para que me compreenda, minha querida, quero apenas te ajudar a entender em que eu te envolvi, além de pedir desculpas por tudo. Mas no mundo de mentiras em que vivemos, não é a forma que elas se apresentam que nos deixa entristecidos e sim, a maneira como as usamos. Agora, se me permite, tenho livre consciência que te contei tudo. Por que deve acreditar em mim?

“A palavra anunciada por intermédio dos anjos era a tal ponto válida,
que toda transgressão ou desobediência recebeu o justo castigo.”
Hebreus capitulo 2, versículo 2

Porque sou um desses anjos também.
Minha princesa...


(do livro “O anjo”, Editora Verve”, 2013)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O livro do desassossego, de Fernando Pessoa

Lagartixa cauda-de-chicote, por Patricia Porto

A biblioteca elementar, por Alberto Mussa