Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Mote do encontro 29/07

Imagem
Texto lido por Fernando Sousa Andrade
O louco de palestra 



Em dezembro passado, o escritor gaúcho André Czarnobai, o Cardoso, publicou um diário na revista Piauí intitulado “Pasfundo calipígia”. Salvo engano, foi a primeira vez em que se utilizou em letra impressa o termo “louco de palestra”. Imediatamente, a expressão ganhou densidade acadêmica e popularizou-se nos redutos universitários nacionais, encorajando loucos latentes e chamando atenção da saúde pública para o problema.
O louco de palestra é o sujeito que, durante uma conferência, levanta a mão para perguntar algo absolutamente aleatório. Ou para fazer uma observação longa e sem sentido sobre qualquer coisa que lhe venha à mente. É a alegria dos assistentes enfastiados e o pesadelos dos oradores, que passam o evento inteiro aguardando sua inevitável manifestação, com se dispostos a enfrentar a própria Morte.
Há inúmeras categorias de loucos de palestra, que olhos e ouvidos atentos podem identificar em qualquer manifestação de cu…

um útero é do tamanho de um punho - Angélica Freitas

Imagem

A morte de Pedro Ivo - Francisco Ohana

Imagem

O Doente - André Vianna

Imagem
Recomendação de leitura por Fernando Sousa Andrade 



Uma vida tem lá seus aspectos literários. Um personagem preso na malha de sua história, as vezes perdido ou não dentro de seus conflitos internos; motivado a sair deles para chegar a uma ordem serena das suas questões. No livro o Doente de André Vianna pela Cosac Naify há uma narração em 1 pessoa sendo feita num formato de depoimento gravado para (você leitor) a um jornalista. Ele diz não acreditar na psicanalise como forma de cura. E numa relação entre o narrado e o vivido pois ambos interagem durante a gravação vai surgindo uma intimidade na relação interpessoal pelo relato do narrador. Ali não há um sujeito que apenas ouve amparado por um estrutura psicanalítica. O que se fala e ouve é compartilhado em ação, na medida que ambos atuam nas trocas, ações conjuntas entre quem narra e escuta.

Mote do encontro 08/07

Imagem